1947-2016

David Bowie

  • Foi lançado em Junho de 1972, numa altura em que os telejornais estavam ocupados com o Watergate e com o Vietname. Mas quando, em Julho, David Bowie apareceu no Top of The Pops a cantar Starman, a Inglaterra era invadida por um homem que vinha do espaço salvar o planeta Terra. A mensagem apenas foi compreendida pelos jovens, que sabiam que o resto do mundo não estava preparado para o receber. Vamos ouvir, tema a tema, The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars?

  • É uma “missa” por e para Santo Elvis, mas sem olhar singular sobre a figura.

  • É o co-compositor de The Passenger, canção de Iggy Pop, e a guitarra de Low, álbum de Bowie. Tinha 73 anos.

  • Considerações à beira da abertura da 75.ª edição do festival, esta terça-feira, com Coupez, de Michel Hazanavicius.

  • Em tempo de guerra, não se limparam armas. Criaram-se canções que reflectiram o impacto dessa experiência na vida das pessoas. Por isso guardamos connosco “War is stupid”, “give peace a chance ou imagine all the people living life in peace-. Eis então, da I Guerra aos bombardeamentos com napalm no Vietname, da bomba de Hiroshima à invasão da Ucrânia, 1914-2022 em canções.

  • Das trincheiras da I Guerra aos bombardeamentos com napalm no Vietname, da bomba de Hiroshima à invasão da Ucrânia: 1914-1922 em 150 canções, war, war is stupid

  • Ainda há arte-pop que surpreende. No álbum Topical Dancer a dupla belga interroga o pós-colonialismo, o racismo ou o sexismo, com doses de absurdo, humor e uma imaginativa pop electrónica.

  • Moda masculina através dos tempos: a partir do dia 19 deste mês ficará patente no museu londrino uma exposição inédita que alia o mundo do vestuário e da arte. O objectivo é celebrar e desafiar a imagem masculina.